Suficiente.

Ninguém tem uma puta ideia do que está fazendo. Alguns – poucos, raros, excepcionais – têm uma ideia clara do que querem, e ainda assim essa visão é limitada, porque trabalham com as informações e dados e experiências que têm até agora; basta um pequeno evento não-planejado (eles sempre acontecem) e aquele caminho não faz mais sentido na sua totalidade. Continue lendo “Suficiente.”