Resposta a um comentário discordante

Meu grande amigo Mateus discordou de mim no meu post anterior. Vou colocar o comentário e, abaixo, a minha resposta.

Concordo. Mais ou menos.
1- Fase estável
A – ganhe gordura
B – desenhe sua rotina

2 – Fase da baixa
A – descubra mais sobre você mesmo
B – escolha seu futuro
C – repriorize e dê foco de leiser

3 – Fase da alta
A – foque nos fundamentos
B – descubra o que é realmente essencial

Thanks pela perspectiva diferente! Continuo “concordando comigo mesmo”, mas essa sua sequência me ajudou a entender e organizar ainda melhor o que eu disse. Só pra dar uns exemplos daquelas em que nós discordamos:

A. Fase Estável
1. Porque NÃO ganhar gordura: economizar 30% do seu salário, p.e., não é ganhar gordura, é saúde financeira, e isso deve ser tratado como rotina; dar 20% a mais de prazo ou budget pra um projeto não é ganhar gordura, é responsabilidade, e deve ser rotina pra gestão.

B. Fase de Baixa
1. Porque NÃO descobrir mais sobre você mesmo: isso nunca é má ideia, mas fazer isso em uma fase de baixa é contraprodutivo. Você deveria fazer isso quando você está bem, quando não PRECISA fazer isso. É quando você pode testar coisas novas, porque você não PRECISA, então pode direcionar essa descoberta. Se você fizer isso quando tudo está bem, você estará mais preparado pra sair da fase de baixa mais rápido e melhor.

2. Porque NÃO escolher seu futuro: no fundo do poço (exagerando no ponto) você só quer sair de lá. Decide pra onde você vai depois de sair. Sem exagerar, a gente escolhe melhor o futuro sem pressão.

3. Porque NÃO repriorizar e dar laser focus: na areia movediça (exagerando pra fazer o ponto) o melhor é não se mexer. No fundo do poço (re-exagerando) você vai precisar de força pra sair, então não adianta dar laser focus pra sair – não vai te ajudar; você deveria treinar força e escalada, e entender o que é que está. Esses seriam os fundamentos. (e.g., http://www.imdb.com/title/tt1345836/, para os pontos B1 e B3)

C. Fase de Alta
1. Porque NÃO focar nos fundamentos: você está em alta! Você tem que acelerar, maximizar os retornos, não desacelerar. O turbo não dura pra sempre; quando você aciona o turbo, você acelera, não fica estudando o mapa.

2. Porque NÃO descobrir o que é realmente essencial: eu acho que você só chega numa fase de alta se você sabe o que é essencial. E nessa hora, na hora do turbo, você não pára pra ver se pegou tudo pra viagem (eu não sei se você usaria um turbo numa viagem – acho que li PDM demais).

Foi divertido me forçar a repensar os pontos, mesmo que eu tenha só ficar mais convicto de que os pontos que eu escrevi realmente fazem sentido pra mim. (Acho que vou fazer um post sobre essa experiência. Hang in there.)


IDEA IN BRIEF

Só recapitulando os meus pontos do post anterior:

1. Fase Estável
A. Descubra mais sobre você mesmo
B. Escolha seu futuro
C. Desenhe sua rotina

2. Fase de Baixa
A. Foque nos Fundamentos
B. Descubra o que é realmente essencial

3. Fase de Alta
A. Ganhe “Gordura”
B. Repriorize e dê “Foco de Laser”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *